Perguntas mais frequentes (FAQ) - Dupla Titulação

FAQs - Dupla Titulação

A Pró-Reitoria providenciará a impressão e fará o encaminhamento do documento assinado pelo Pró-Reitor de Pós-Graduação à Unidade USP via protocolado.

A unidade providencia assinatura da instituição estrangeira e anexa no portal/sistema mercúrio e informa a PRPG.

Sim! Alunos de mestrado podem requerer a dupla titulação sempre levando em consideração os prazos para depósito e defesa na instituição de origem.

Sim, caso as atividades tenham sido executadas com sucesso e a aprovação na (s) defesa (s), o (a) aluno (a) receberá dois diplomas, ou em casos excepcionais um único diploma poderá ser emitido com a menção a Dupla-Titulação.

O estudante envolvido no intercâmbio deverá pagar a viagem, hospedagem, alimentação, matrícula e outras taxas acadêmicas, que poderão ser financiadas por órgãos externos ou pelas instituições conveniadas.

Na USP não há cobrança de taxas, inclusive para os alunos estrangeiros.

O tempo mínimo de permanência na instituição parceira é de seis (6) meses.  Estes períodos deverão estar definidos no cronograma de execução de atividades. O ideal é que as atividades sejam feitas alternadamente nas instituições.

O Cronograma corresponde aos períodos que serão executadas as atividades descritas no plano de trabalho na instituição parceira. A data de início das atividades deve ser planejada de forma que se iniciem após a formalização do convênio.

  • Isto é de extrema relevância, uma vez que atividades já realizadas não poderão ser consideradas. 

O Plano de Trabalho corresponde às atividades relativas à dupla-titulação, que serão executadas na instituição estrangeira, como por exemplo: seminários, cursos, trabalhos de bancada/campo, atividades de pesquisa, disciplinas, artigos, seminários, redação da tese, revisão bibliográfica, etc.

Tais atividades devem ser definidas de comum acordo entre os orientadores e o aluno, não devendo ser confundida com o projeto de doutorado a ser cumprido na universidade de origem.

Acesse: Link para Modelo do plano de trabalho.

Uma tese ou dissertação pode ser defendida em uma única universidade, ou nas duas universidades envolvidas na Dupla-Titulação.

Tais informações precisam ser explicitadas no convênio e as regras da defesa devem estar claras para que o(s) aluno(s) envolvidos saibam como proceder.


Importante: Os alunos da USP devem obrigatoriamente ter uma defesa na sede de seu programa, podendo adicionalmente ter uma defesa na universidade estrangeira.

A tese pode ser defendida em qualquer idioma acordado entre as instituições envolvidas no convênio.

Importante: Entretanto, caso seja numa língua estrangeira, ela deve ser acompanhada de um resumo na língua portuguesa, e vice-versa. O mesmo se aplica a escrita da tese.

Os membros que comporão a banca de defesa da tese/dissertação poderão variar de acordo com o convênio e com as regras dos programas de pós-graduação envolvidos. Porém, o número exato de membros precisa ser informado no convênio e, também, os critérios de desempate caso o número de membros seja par.

A defesa pode exigir a presença de membros estrangeiros na banca. Neste caso, a Unidade ou o Programa deverá se responsabilizar pelos deslocamentos e diárias, ou realizar videoconferência.

Últimas Notícias

Segunda, 16 Setembro 2019

Seminário “FORMAÇÃO PEDAGÓGICA, PESQUISA E PUBLICAÇÃO NA PÓS-GRADUAÇÃO: diálogos e conflitos” 

Data 19 de setembro, 15h 


Leia mais...
Quinta, 12 Setembro 2019

Sexta-Feira - 13 de Setembro

Local: Anfiteatro Camargo Guarnieri - Rua do Anfiteatro, 109 - Cidade Universitária - São Paulo


Leia mais...

Próximos Eventos

Calendário Acadêmico da Pós-Graduação

Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
Data : Quarta, 4 de Setembro de 2019
5
6
7
8
9
10
11
Data : Quarta, 11 de Setembro de 2019
12
13
14
15
16
17
18
Data : Quarta, 18 de Setembro de 2019
19
20
21
22
23
24
25
Data : Quarta, 25 de Setembro de 2019
26
27
28
29
30